14.3.07

CORES


O homem bebe o céu azul.
Na terra negra afunda sombras
e
aguarda a alvura dos lírios.


Disseram-me que o arco-íris se pintava de sete-cores. Sempre pela mesma ordem: vermelho, alaranjado, amarelo, verde, azul, anil e violeta. Também lhe chamam o arco-da-velha. Noutras falas, é o arco-no-céu, o arco-da-chuva, o arco-relâmpago e mais não sei. Sempre lhe chamei o arco-das-cores. Quando o sol se mostra por detrás da cortina da chuva, corro a espreitar o céu. E ainda hoje, quando o arco se mostra, o deslumbre me fica no sorriso dos olhos. Antes que a magia desapareça, cerro as pálpebras com força, a restaurar a minha reserva de cores. Até voltar a encontrá-lo, vou pintando o mundo a meu jeito. Do negro não quero saber. Teimo em louvar o branco.


Licínia Quitério



17 comentários:

M. disse...

Límpido este teu texto. Gosto tanto! Belíssimo esse teu gesto de: "...cerro as pálpebras com força, a restaurar a minha reserva de cores."

isabel mendes ferreira disse...

e inundada de branco me vou...qual nuvem....sobre todas as cores!



______________

beijo.


e como gostei ...

Cusco disse...

E que bom seria se todas as pessoas tivessem um arco-íris...cada uma o seu, cada um com sete cores mais bonitas que o outro. Sem querer saber do negro da vida, ou pelo menos pintando-o de branco!
Até breve
SE DEUS QUISER

Maria P. disse...

E perto de um arco-íris, sempre um tesouro - como as tuas palavras.

Beijinho*

un dress disse...

pintar os dias.

decalcar verdes

misturar cores

cidade adentro:

muros.

desertos.

quintais...

e já agora

pintar sorrisos

e ternura...:))

TINTA PERMANENTE disse...

Diz-se também que nas pontas do arco há potes de ouro enterrados. E se todos estão enganados?! Não será que lá apenas estão as fontes de todas as cores, onde o arco se alimenta?...
Abraços...

(...a preto e branco)

Ana Luar disse...

Pinta mais rápido Licìnia... antes que o vermelho do sangue dos inocentes tape por completo o branco que mancha a ponta do teu pincel. Pinta rápido, para que o branco vença a cor do sofrimento.

herético disse...

colho uma cor do teu arco-iris, não te importas? ainda ficas com seis cores...

escolho o vermelho, posso? grato pelo azul do teu poema!

alice disse...

querida licínia. refugio-me aqui à procura do único branco capaz de apaziguar a minha alma turva neste dia. deve ter uma nuvem dentro do coração. e chove paz. aqui fora *

JPD disse...

Olá!

E o poetzinho que nos disseram, na infância, estar numa das pontas do arco? -- Não falaste!
:)

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Branco também é a minha cor de eleição.

Traz-me paz, assim como este teu espaço enternecedor.
Beijinhos

TMara disse...

para mim é o arco da aliança, aponte entre a terra e o outro lado. Uma ponte para amagia k expulsamos d enossas vidas.
e no branco tudo está. Mas eu tmb gosto do preto e visto-o. Excepto "luto-expresso-em roupa", k nunca fiz.
bjs
Luz e paz em teu caminhar e ao teu redor
Bom f.s

legivel disse...

... oh! íris!
diafragma do teu sereno olhar
que louva o mundo de branco
quando o arco se põe ´andar!
não há quem não entre em pranto
que as cores cinzentas do mundo
estão aí p´ra aborrecer
pintadas com ódio profundo
mesmo q´as não queiramos ver.
mas olha, olha p´ra mim
não. não é p´ra norte, é p´ra sul!
agora diz lá assim:
tens os olhos cor de azul.
como vês há cores aos molhos
é grátis a imaginação
pois o negro dos meus olhos
mudaram de coloração*...


* Para a semana vou usar lentes de contacto... verdes.

Beijinho, sorrisos e óptimo fim-de-semana!!

vida de vidro disse...

Gosto desse louvor ao branco. Porque me faz sair daqui envolta em claridade. **

Kalinka disse...

E, eu teimo em louvar o azul.

Apeteceu-me
«Olhar, sentir, captar»
No regresso, vim por Aljezur, parei nas Azenhas do Mar, passei em Vila Nova de Milfontes, depois Ilha do Pessegueiro e, já o sol ameaçava se esconder, cheguei a Porto Covo, onde assisti ao maravilhoso espectáculo do pôr-do-sol.
Ali, fiquei presa ao chão, estarrecida com tamanha beleza do horizonte, da força do mar e, captei com a minha objectiva as mais fabulosas fotos de toda a viagem.
Andei por aí, meti o nariz… como faço, como gosto, como quis!!!...

Boa semana para TI.
Beijos e abraços.

bettips disse...

Olha...pois, as coloridas à procura da cor...dançando à volta de pedras! Bjinho

maria disse...

Ah, Licínia, és senhora de uma paleta invulgar!

Que os teus pincéis saibam sempre acompanhar-te no uso das cores com que pintas a vida!

Beijo afectuoso.

arquivo

 
Site Meter