21.8.08

LUGARES



Colorida a turba no vai-vem de falas noutros lugares nascidas. Pelas vielas, rosas de sangue com brandos espinhos cor das sombras da tarde. Os ecos breves do trote dos cavalos lambem a polpa granulosa das arcadas. Velhos corações procuram sinais gravados no musgo em doces caminhadas de inverno: um cheiro a vinho quente e rubro, cintilações em bojos de cristal, a voz fraquinha de um sino cumpridor, o corpo de um cão pesado e branco na soleira cansada e escura.

De como rever a quentura do inverno na frieza do verão.

Imagens reveladas. Reveladoras.

A tenacidade dos lugares.


Licínia Quitério

Pedido de desculpas - pela falta em comentar os vossos posts. Período de preparação de férias e de outras ocupações. Obrigada sempre pela vossa companhia. Licínia

16 comentários:

Maria disse...

Não peças desculpas, Licínia.
Basta-me que continues a deixar-me ler-te, tantas vezes em RSS...

Boas férias.
Beijos

M. disse...

Conjunto de texto e fotografia que me levam a sentir-me em lugar medieval. Gostei muito. Muito belo.

Graça Pires disse...

"Velhos corações procuram sinais gravados no musgo em doces caminhadas de inverno". Imagens reveladoras, de facto. Um beijo e boas férias.

Justine disse...

Transportaste-me, assim em palavras breves mas prenhes, para tempos outros, esquecidos mas quem sabe significativos.
Muito belo.

Mar Arável disse...

A memória das pedras

batista disse...

bom mesmo é passear por aqui, sem pressa. quanto a pedir desculpas, Maria tem razão, até porque, pelo menos eu, na maioria das vezes, leio e releio - e nem comento! rss! egoísmo meu?!

Amiga, tuas palavras, teus versos preenchem nossas vidas com coisas boas. grato, de coração.

deixo um abraço fraterno.

maria josé quintela disse...

lugares de memória.


férteis.





boas férias licínia.

Vanda disse...

Licinia,


Palavras belamente esculpidas numa pedra milenar...


Bom ler-te!


Sem desculpas :) mas volta, sim?


Abraço-te :)

bettips disse...

Castelo onde se levantam grades; saiamos para o adro. Dancemos danças pagãs, o cão ladrará de pasmo.
E a tenacidade vem dos lugares que amamos
(ou aprendemos a). Bjinho

magarça disse...

A "tenacidade dos lugares".. por estes dias de verão ha muitos lugares do meu passado que não me largam a memória.. bjs e boas férias!

Vanda disse...

Deixo-te um beijinho, que passará para lá das grades...

heretico disse...

lugares eternos. que se trnacendem em tuas palavras...

beijo

Marinha de Allegue disse...

Fermosas as túas palabras licínia agardamos a túa volta...

Beijinhos desde compostela
:)

batista disse...

passo. rego teu jardim. recolho flores em minh'alma. e me vou, mais feliz... mas também saudoso!

deixo um abraço fraterno.

legivel disse...

... não te desculpo pela falta dos teus comments nos posts que não tenho feito...
... que gastei tanto tempo a preparar as minhas férias, outro tanto a gozá-las e ainda mais tempo a olhar a blogosfera de relance que...
... quando regressares acertaremos contas.

As imagens têm esse assombroso poder: revelam-se e revelam-nos. Eu bem luto contra isso (de revelar-me) mas é uma guerra do caraças, pois tão depressa os "observadores creditados" me admitem "legível" como por outro lado me classificam de "aldrabão". Mas o que se há-de fazer, não é?

beijos e sorrisos.

Filomena Barata disse...

ouviste também cantar os tenores da Sardenha?

arquivo

 
Site Meter