15.5.07

DIAFRAGMA

"Silêncios e Sombras" foi o último poema que nos deste.

Mas tu foste LUZ.

Obrigada, S.



Licínia Quitério

16 comentários:

Teresa Durães disse...

:(

APC disse...

Isso... Poema e Luz!

Maria P. disse...

Será sempre uma Luz para todos.

herético disse...

beijo, minha Amiga...

bom dia isabel disse...

Vim deixar-te um beijo e eis que encontro esta sentida homenagem.
Saio em silêncio.

alice disse...

um abraço, licínia. e que nenhuma sombra se abata sobre o silêncio que este momento exige e merece...

Amaral disse...

Um Poema, oferta de Luz!
Como não podia deixar de ser...

Teresa David disse...

Junto-me a si no sentimento de perda de alguém que sempre partilhou o seu talento, simpatia, bom gosto e afabilidade com todos nós.
Será uma lacuna não preenchivel nesta blogosfera.
bjs
TD

D. Maria e o Coelhinho disse...

Olha para fugirmos um pouco à tristeza,
não queres ir espreitar a carta que escrevi ao malandreco do meu Coelhinho ?



D. Maria

agua_quente disse...

Uma perda enorme. Um desgosto tão grande... Mas temos que agradecer ter podido "conhecê-lo", ainda que brevemente.
Beijos

un dress disse...

~

bettips disse...

Onde haverá um poema que nos liberte? Mão dada, obg pelas palavras. Bjinho

legivel disse...

... ao teu lado (e de tantos outros) no lamento sentido pela perda de S.

beijinho.

Mar Arável disse...

Que vivam as luzes

Anónimo disse...

um abraço fraterno e solidário.

Frioleiras disse...

Na verdade... o link q ficou, rastejando, por tds
os q costumavam visita o Diafragma!

Bj

F.

arquivo

 
Site Meter