23.12.10

IMAGENS



Miríades de imagens na película dos dias. Rostos vagabundos  na folhagem. Palpáveis os segredos muito antigos, decifrados. Os passos nas areias, o chapinhar nas águas, o gemido do amor a perceber a morte, o piar da coruja contra o chiar do rato. Altivos avançamos e os nossos pés doridos dos caminhos mais duros que a vontade de os fazer. Os olhos alagados  da cor dos temporais e das bonanças. Seguimos o leito do rio inconformado e os canaviais assobiadores do vento.  Porque sabemos da mulher de Lot, jamais retrocedemos, mas a dor do passado é um rasgão no ventre, uma saudade. E as imagens, em desfile incessante, a morderem os flancos, a queimarem o peito, a atarem gritos na mudez. Caminhamos na procura dos nomes  e dos corpos e dos rostos vagabundos, imprecisos, navegantes nas margens de um outro rio, outra estrada, outra estação, outra galáxia, outros que somos sendo os mesmos. Miríades de imagens nos contemplam. São a película dos dias.

Licínia Quitério


Aqui deixo os meus votos de um Natal de Paz e Amor para todos os meus queridos leitores.

Licínia

18 comentários:

hfm disse...

Belíssimo! Feliz Natal, Licínia. Um beijo.

CleiDi disse...

Fico suspensa na emoção das tuas palavras.
Para ti um final de dezembro gentil e amoroso. E um ano novo pleno em renovação.
Abraço.

Benó disse...

Que esta seja a época de reencontro com nóa próprios. Felicidades.

Maria disse...

Lido de um fôlego. Dois, porque lido duas vezes. Deixaste-me sem palavras...

Bom natal para ti, Licínia.
Beijos.

rouxinol de Bernardim disse...

Excelente! Um Feliz Natal e um ano de 2011 repleto de felicidades, são os meus sinceros votos.

avezinha disse...

Belíssimo.Fiquei feliz por ter dado notícias. Aproveito para retribuir os votos de bom Natal e feliz ano novo.

Um beijo.

M. disse...

Sim, Licínia, para a frente é que temos de olhar, apesar das dores que nos pesam.
Gostei muito, o teu texto contém a esperança e o olhar aberto sobre o mundo.
Um beijinho

Justine disse...

São a película das nossas vidas. E continuaremos a caminha, a procurar.A tua mão poética acompanhanha-me nessa demanda!
Boa noite, Licínia!

Era uma vez um Girassol disse...

Bela prosa!

Agradeço e retribuo os votos de Festas Felizes.
Beijinho da flor

© Piedade Araújo Sol disse...

texto em prosa poética, muito belo.

parabéns.

Bom ANo e muita inspiração.

beij

De Amor e de Terra disse...

Olá Licínia, boa tarde.
Venho agradecer e retribuir os teus votos, desejando que essa película de que falas se expanda em palavras belas, como as que te leio. até ao fim dos tempos.
Bjs.
Maria Mamede

Virgínia do Carmo disse...

Avancemos e caminhemos, sempre, e que a luz das palavras nos salve...

Feliz 2011!

Beijinho, Licínia

Anónimo disse...

Um Oriente
Uma Ítaca
Uma Índia
Uma outra galáxia.
(se não, com os amigos do costume)
Lindas as tuas películas, tantos dias, tantos rasgões na cinza.
Um forte abraço para um Ano Melhorano
da tua Amiga
Bettips

joaquimdocarmo disse...

FELIZ ANO NOVO, querida amiga, é o que desejo para si e todos os que lhe são queridos!
Beijinho

Rui Fernandes disse...

Por falar de emoções, eu tenho duas: uma boa e uma má. A primeira, consiste em gostar das pessoas; a última, o desgosto de não ser capaz de o exprimir de facto. Correm agora as últimas horas de um ano de desatenções que queria brevemente remendar. De desatenções à pessoa e à escritora. E que o tal próximo ano, pelo menos, não seja tão mau como dizem. Mas só vale a pena olhar para a frente que, para trás, só restam montes de sal. Um beijinho.

maria manuel disse...

intensas as imagens deste belíssimo texto! sim, vamos seguindo «o leito do rio inconformado», nesta vida como «película de imagens», por entre memórias, «rostos vagabundos»,...

um Bom 2011, Licínia, beijos amigos :)

Ana Oliveira disse...

Tantas imagens, tantos reflexos, e ainda somos nós que procuramos encontrar em cada uma.

Obrigada pelas palavras e pelos votos.

Um Ano muito feliz para si.

Um beijo

heretico disse...

belíssimo, sempre...
BOM ANO

beijos

arquivo

 
Site Meter