15.9.14

VAI


Vai, traz-me do longe o pássaro de chamas.

Longe é o passeio do nosso olhar.
Volta, eu te darei a asa líquida da noite.
Perto é o bater do nosso peito contra o outro, embora longe, ao largo, num lençol navegante, remo ou vela, barco ou pedra, tanto faz.


Licínia Quitério

3 comentários:

heretico disse...

que a asa líquida da noite te cubra...
e seja barco aportado...

belo.

beijo

Graça Pires disse...

Ouvir no coração um do outro o ruído do mar...
Tão belo, Licínia.
Beijo.

Anónimo disse...

Muito belo.

arquivo

 
Site Meter