29.4.15

SETE ESTRELO



Olha o Sete Estrelo. 
Acena-te na cintilação dos sete irmãos. 
Há quem lhe dê geométrica definição. 
Outros, 
os que desenham animais,
na compulsão de povoar o céu,
vêem o corpo, a cauda, 
adivinham-lhe as patas de bicho maior.
Sete estrelas, sete tentações, 
sete luzeiros a adornar a eternidade. 
Fecha a respiração, 
abre rasgões na noite,
adia o sono e a lassidão. 
Verás a pequenez da tua mão.

Licínia Quitério

3 comentários:

heretico disse...

... e estrela polar - brilhando. aqui.

beijo

Graça Pires disse...

Pequena a mão. Grande o talento.
Beijo, Licínia.

Anónimo disse...

Calculo que outro disco (este "voador nas nuvens polvilhadas de estrelas") andará a recolher estas todas palavras de brilho.
Bj da bettips

arquivo

 
Site Meter