9.7.17

OS VERBOS


Olhar
o céu da tarde

Pacificar
o turbilhão dos gestos

Ouvir
a música no búzio
a que chamamos coração


Convocar
o colo das mulheres
para os filhos dos homens
que partiram e ninguém sabe
quando voltarão

Inventar
um nome para a cidade
depois de Tróia, de Lidice, de Mossul,
e outras que Cassandra
não salvou

Cerrar
as portadas do dia

Preparar
a noite e os seus trabalhos
de segredo e olvido

Serão outros os verbos do amanhã
Todos no seu modo infinito
no seu tempo imperfeito

Havemos de encontrar
melhor conjugação

Licínia Quitério

1 comentário:

Graça Pires disse...

Todos os dias encontrar o verbo apropriado para conjugar a poesia...
Uma boa semana.
Beijos.

arquivo

 
Site Meter