11.4.06

DA ÁGUA



No dizer dos cientistas, água é H2O. Tudo tão simples: dois átomos de hidrogénio e um de oxigénio. Bem juntinhos, nas condições ideais de pressão e temperatura. E tal, e tal e pronto. Sem mistérios.
E para os poetas, esses seres que se dedicam a complicar tudo o que é simples, o que é a água?
Sabem lá eles... Nem lhes interessa. Olham-na, escutam-na, molham nela as palavras para que escorram pelos poemas. Mergulham até ao fundo dos lagos sem precisarem de deixar as margens, bebem a chuva sem mexer os lábios, cumprimentam as estrelas espelhadas nos charcos. Muitas vezes, ficam com os olhos rasos de água. É sinal de que lavaram a alma. Com água.


A chuva cai no lago.
Que dirá a água sobre a água?
Cada pingo grava
o centro de muitos círculos
e palavras secretas circulam,
cortam-se, afastam-se,
sobrepõem-se.
Todo o lago é um prado de murmúrios.
Gostas de mim?
Gooosto. Não gosto. Assim assim.
A água contra a água -
a que está e a que chega.
Donde vens?
Do alto, onde fui algodão.
E tu o que tens feito?
Remoinhos, acalmias.
Lutam.
Não me faças transbordar.
Não tenhas medo. Sei da tua medida.
Depois confundem-se, possuem-se.
Lago ou leito?
Água dentro de água.

L.Q.

11 comentários:

jorgesteves disse...

A 'água sobre a água', à mistura da prosa sobre a poesia; a água faz remoinhos e confunde-se com a prosa ou é a poesia que traz acalmias e possui a poesia?...
Me seja perdoada a apropriação das palavras, mas assim a beleza fica dentro da própria beleza!...
jorgesteves

Era uma vez um Girassol disse...

Olá L.Q.!
Vim aqui ter pelo "Marés há Muitas", li e gostei muito do que li.
Parabéns a este novissimo blog, muita inspiração para a poesia e prosas que aqui forem espelhadas.
Este poema da Água é muito bonito, principalmente o diálogo água-água, genial!
Felicidades, voltareii...
Abraço

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

A água e a poesia são irmãs... pelos remoihos das palavras, pelo ir e vir das ondas que nos trazem palavras de longe e de perto.
Adorei este poema.
Beijo e um bom dia

Luz de Estrelas disse...

Ao nível. Fantástico. Há assim uma estirpe de gente que leva as palavras mais além. Aposto que essas palavras quase se escrevem sozinhas, como se brotassem de uma nascente. Água e beleza.

De Amor e de Terra disse...

OLá, bom dia!
Li o seu comentário no meu blog e vim espreitar...
Li o primeiro poema e Gostei muito, francamente; por isso, vou continuar lendo o resto e voltarei com a minha opinião sincera.

Um beijo em forma de flor da
Maria Mamede

PS.:-seja bem vinda!!!

De Amor e de Terra disse...

Olá, sou eu outra vez!
Venho cumprir o prometido no anterior comentário...
Tudo o que aqui tem, diz comigo!
Água, Fogo, Ary, Frida, enfim os elementos e o Elemento Humano, em resumo a Poesia e o Sentimento.
Vou voltar muitas vezes, porque acho que nos vamos dar muito bem.

Um beijo enorme da
Maria Mamede

tb disse...

Água e beleza, água sobre a água, água e poesia. Poesia e prosa, entre as duas não sei qual escolheria...
Muito bonito!

Anónimo disse...

sem a água o planeta terra ñ seria nada.por isso devemos preservar o bem mais precioso que a terra fornece.

Anónimo disse...

ola vc fez muito bem em nos lembrar que nw temos muitata agua e devemos cuidala para q nw acabe...ou seja ne deixar que esse pingo de agua que nos resta acabe...
bjs parabens...

Zira disse...

Bonito seu blog ! adorei o poema da água!
abraço

Anónimo disse...

Bem eu tenho apenas 12 anos e estou a fazere um trabalho sobre a agua e estava á procura de poemas sobre a agua encontrei o seu e defacto parece-me uma pessoa pensativa mas gostava que escreve-se mais simplesmente com palavras menos caras para eu colocar no meu trabaalho e colocar o seu nome lá para saber que o escreveu. Obrigada um abraço e beijo da sara vieira de12 anos que anda no 7 ano.

arquivo

 
Site Meter