15.6.06

JOSÉ GOMES FERREIRA


Postal antigo

Por dentro do perfume das flores

já não anda a tua boca

a beijar as estrelas

na cor do silêncio

- para além do gosto agudo das mucosas.



Agora no luar caído

só uma cadela de gelo

morde o perfume das rosas...


JOSÉ GOMES FERREIRA

Um Poeta hoje injustamente esquecido. Um Homem inteiro, militante das causas em que acreditou. Lutou de corpo e palavra contra a ditadura salazarista. Teve uma vida longa e deixou uma vasta obra poética. Quando o conheci, era ainda um belo homem, com uma farta cabeleira branca, e o seu rosto irradiava firmeza e juventude. Escreveu versos de combate, de indignação, mas também de ironia e de amor. Rosas te deixo aqui, Poeta do meu País.

Licínia Quitério

13 comentários:

luis manuel disse...

Esse perfume que nos leva a beijar as estrelas.

Lembrnça em Sitio de Poema, para lutador de nobres causas que a todos erguem a voz, com rosas da cor do silêncio. Da cor do amor. Da fala dos poetas.

Um abraço
Há sitios assim...!

gato_escaldado disse...

poeta maior da nossa Terra. que não enjeitou "sujar as mãos" na emancipação da Pátria. uma referência e um exemplo para a geração em que me incluo.

beijos

umacoisaemformade_assim disse...

"... morde o perfume das rosas..." Lindo!

zé fanha disse...

Belo e triste poema. Que bom não deixares o teu combate pela poesia e pela sua divulgação. Um grande beijo, amiga

Hortência disse...

Andei lendo alguns excertos do poeta que era, até então, desconhecido para mim. É bom entrar aqui e poder conhecer poetas portugueses que quase não são exportados para cá. Um abraço
Hortência

legivel disse...

Poeta que cantou um tempo de que nunca terei saudades. Mas, paralelamente, de um tempo de resistência quase em uníssono... embora amordaçada. Desse pedaço do cenário de então, guardo boas lembranças.

beijinho

alice disse...

querida licínia,

terei de ler este autor cuja obra desconheço e desde já agradeço a sua sugestão

mas se aqui foi recordado desta forma tão bonita, nunca ficará esquecido, e isso é que conta

um grande beijinho para si,

alice

Hortência disse...

Fiquei feliz em recebr seu comentário... Muito obrigada por sempre me visitar e dizer palavras boas de se ouvir.
Com amizade,
Hortência

Era uma vez um Girassol disse...

Merecida homenagem ao poeta com rosas perfumadas e canto aos seus feitos...
E sempre uma qualidade superior e discrição neste teu blog que merece altos elogios!
Bjinhos

Maria P. disse...

Parabéns pela escolha.
Um beijinho vizinha.

DE PROPOSITO disse...

Nada conheço da obra de Jose Gomes Ferreira. Apenas o nome não me é desconhecido.
Fica bem.
Manuel

FOTOESCRITA disse...

José Gomes Ferreira, o homem também da bela prosa. Como eu gosto do livro "O Mundo dos Outros"!

ALMARIADA disse...

José Gomes Ferreira não está nada esquecido! ;) Se o estivesse seria de facto injustamente, mas não está, basta fazer uma pesquisa na net para encontrar poemas dele em inúmeros blogs!
Quando era jovem (teria 13 ou 14 anos?)vi-o uma vez no Metro e não tive coragem de lhe falar... de lhe dizer que "poesia IV" foi certamente o meu primeiro livro de poesia, ainda nem tinha 10 anos.

arquivo

 
Site Meter