8.4.07

ANIVERSÁRIO

Digo? Não digo? Digo. Este blog foi criado faz hoje um ano. Eu sei que isso pouco acrescenta à vida que lhe dei. Um ano é só um ano, é só um ano. Mas devo ao Sítio do Poema esta meiguice. Ele tem sido muito amável para comigo. Não se limitou a ser um suporte virtual de coisas que escrevo. Não cumpriu o mero papel de montra. Deu-se. Agarrou-se aos fiozinhos invisíveis que com ele se cruzam e desvendou caminhos e encontrou pessoas e falou com elas e delas fez amigos. Aceitou o figurino que lhe dei e não pediu outras roupagens. Diz que se sente bem assim, por agora. Pus-lhe uma folhinha alaranjada ao peito e disse-lhe que se chamava plátano. Ele sabe que não é, mas não me desmentiu. Com ela se vai anunciando em visitas a amigos. Atreve-se a fazer comentários, mais ou menos sérios, mais ou menos brincalhões. Nem sempre muito acertados, talvez porque nem sempre acorda com a cabeça no lugar. Abre um sorriso que só eu vejo quando lhe deixam recados bonitos, generosos. Muito mimado este blog. Quando decidi colar-lhe no vidro da janela fotografias que eu faço, fez um ar de desdém e murmurou: “Atrevimentos...”. O certo é que se conformou e ainda não rejeitou alguma. Paciente, este meu blog. Quando estou muitos dias sem lhe dar um post, sinto-o puxar-me pela manga, como a dizer: “Então? Estou farto de descansar.”. Enérgico este blog. Um dia destes deu em refilar e disse-me: “Eu não pedi para nascer!”. Algum de vós o ensinou a dizer isto?

Vai ficar surpreendido quando vir que hoje não tem poema, nem foto. Não faz mal. Depois explico-lhe que há sempre um dia em que descobrimos que alguém mudou as cores da nossa casa sem nos perguntar. Assustamo-nos, mas continuamos a habitá-la.

P.S. Em nome dele, o meu agradecimento a todos vós.

Licínia Quitério

22 comentários:

caminante disse...

"Agarrou-se aos fiozinhos invisíveis que com ele se cruzam e desvendou caminhos e encontrou pessoas e falou com elas e delas fez amigos".
Son las pequeñas cosas que hacen camino,las sonrisas calladas que abren nuevas vidas, las pacientes esperas que florecen en primavera...son ¡¡¡la vida!!!
Gracias por todo lo que este Blog aporta.
Un fortísimo abrazo.

aquilária disse...

deixo o meu abraço para ti, no sítio do poema. que cumpra muitos anos, que continue a ser sítio de encontros gratificantes.

JPD disse...

PARABÉNS Licínia.

Tem sido muito agradável visitar este espaço.

Bjs

Maria P. disse...

Muitos parabéns!

Creio que sabes o prazer que tenho ao visitar este sítio: O Sítio do Poema, das tuas palavras que nos maravilham sempre.

Um beijinho muito especial, Amiga*

M. disse...

Delicioso o modo como falas do teu amigo blog! Foi um prazer conhecer-vos aos dois. Que continuem a presentear-nos com as vossas palavras.
Um beijo.

Cusco disse...

Olá! Espero que a Páscoa tenha sido um momento bem passado.
Venho pedir para agradeceres ao teu blog tão bons momentos que me tem proporcionado e para lhe dares os parabéns pelo seu aniversário.
E deixa-o crescer, ele que continue a dar asas à sua imaginação!
Até breve
SE DEUS QUISER

un dress disse...

parabénS*

e sem dúvida: continuamos a habitá-la!!!

abraçO :)

TINTA PERMANENTE disse...

O sítio, folha dourada esparramada no centro de si mesma, está, em qualquer tempo, de parabéns. E o que por lá, este, aquele e aqueloutro vão deixando ao jeito de apanhar, não são mimos; são reflexos dos afectos que o sítio espalha!...
Abraços! E parabéns, claro!...

alice disse...

e que assim continue por mais um ano se faz favor ;) beijinho grande

herético disse...

quando estou alguns dias sem o visitar, confesso sinto saudades. e hoje tive uma agradável surpresa: uma festa aniversário do teu "mimado" e animado blog. muitos parabéns.

beijo

maria disse...

Querida Licínia,

Parabéns pelo aniversário do teu blog que é, sem qualquer dúvida, um dos mais bem conseguidos deste pequeno/grande universo de pessoas que, como nós, gostam de partilhar sentimentos, emoções, sensibilidades, através deste meio à nossa disposição.
Sabes o que penso da tua escrita. Não vou repetir-me.

Já agora, aproveito para te deixar aqui um convite: vai até ao meu blog, onde encontrarás o caminho para mais uma série de pinturas da Júlia, e um desafio. Deixar-me-ias muito feliz se o aceitasses.

Um beijo com muita ternura.

rui disse...

parabéns

António Melenas disse...

Olá Licínia, Olá Sítio do Poema,
Parabens aos dois, pelo ano de presença na blogosfera e por terem cumprido, sem desvios, o mdelo que se propuseram vestir, com qualidade, elegância e bom gosto.
Conto convosco para o ano saehuinte
Um beijinho

Ana Prado disse...

:)
Um sorriso de ternura pela forma cândida como falas da criação.
Que no próximo ano, possamos estar por aqui a dizer o mesmo.
um abraço. grande.

vida de vidro disse...

Parabéns já um bocado atrasados, mas acredito que o "menino" não vai fazer birra. :)
O gosto de estar aqui, neste Sítio do Poema, tem sido todo meu. Porque, quando as palavras se partilham assim, saímos sempre mais ricos. Beijo, hoje especial.

Rute disse...

Senti-o a chamar e perguntei-me porquê.
Aqui vim, página após página, para dar um beijo à sua autora.
E um parabéns delicado, não vá ele levar a mal.

Era uma vez um Girassol disse...

Querida Licínia, julgo que fui uma das primeiras leitoras do teu encantador espaço, onde tenho passado bons momentos!
Eu é que te agradeço os poemas e textos que ofereceste, dádiva de amizade, de carinho.
Para ti, os meus Parabéns, o abraço amigo, a certeza de vir sempre aqui visitar-te porque me dá prazer ler-te.
Beijinhos

OrCa disse...

Permita-se-me não mais do que um leve suspiro de maresia nesta comemoração. Não haverá perigo, pois a haver velas, apenas aquelas sopradas pelos ventos, por aqui passando. Pois que é um espaço de indizíveis brisas e ventos fortes, como é bom que seja para a diversidade do mundo e tem sido para enriquecimento de quem o visita.

Parabéns. E venham muito mais dias.

Paula Raposo disse...

Parabéns! Obrigada por nos proporcionares uma leitura tão bonita! Beijos.

Amaral disse...

Cheguei aqui pela mão da Alice, que aqui também comenta.
"O sítio do poema" parece ser um lugar especial. Procuro de alto a baixo e encontro um azul macio a acariciar poemas com palavras que "saem" natural e magicamente...
Neste momento especial, quando um ano se desenrola pela frente, sabe bem um aplauso de parabéns.
Um ano a "blogar" regularmente não é fácil. Às vezes falta disponibilidade, outras vezes falta a imaginação.
Por isso, este momento é especial!

bettips disse...

Senti o chamamento mas vim tarde. Para o abraço e para o laço. É encantador o som do teu blog, a voz que partilhas connosco, neste "sítio" especial. Parabéns por estares e ficares. Bjinho

APC disse...

Parabéns (nunca é tarde, pois não?)... PARABÉNS!!!
É muito tempo de muita coisa muito boa... É MUITO! :-)))

Obrigada por isso, e um grande abraço.

arquivo

 
Site Meter